Reminiscências

Reminiscências 1 ano atrás

É SEMANA SANTA, FALA BAIXO, LÚCIO! Ô MENINO ANTIPÁTICO!

A coisa era tão rígida, que ninguém podia se mirar no espelho; as mulheres deviam esquecer o batom e o perfume – eram sinais de vaidade -; tampouco se podia namorar, dançar ou cantar, atos que sinalizavam uma alegria que não condizia com ocasião de tamanha consternação; tomar banho era dar mole às tentações carnais; jogos como baralho e dominó também não eram aceitos, afinal, enquanto Jesus sofria na cruz, seus algozes se divertiam a jogar;

Reminiscências 1 ano atrás

ET, O ENCANTADOR DE TERRÁQUEOS

Conta-se que em Barra Mansa, estado do Rio de Janeiro, no segundo dia de março de 1942, uma nave espacial prateada pousou e, sem dizer por que, deixou um ET e partiu. Há indícios que a tripulação daquela gigantesca espaçonave tenha vindo com uma única finalidade: deixar um alienígena para um longo experimento de convivência com os terráqueos e para lembrar-lhes boas práticas, há tempos desprezadas.

Reminiscências 2 anos atrás

Os puteiros que eu conheci e os que eu não conheci

É claro que eu não assisti o surgimento dos bordéis – a partir da metade dos anos 1950 – ou vivi o seu apogeu – anos 1960 -, tampouco conheci todos os rendez-vous da cidade; as poucas “casas de tolerância” que conheci já colhiam as últimas folhas do seu ocaso, instante em que aquela opção de “prazer” e por que não de lazer, já estava decadente, isso em meados dos anos 1970.

Reminiscências 2 anos atrás

A pianista Amélia Vitória

Eu a vi pela primeira vez na manhã do dia 20 de abril de 1966, uma quarta-feira. Naquela data, eu e seu filho Hamilton Henrique, fomos os protagonistas de um júri infantil simulado, no teatro do Grupo Escolar Princesa Isabel. O meu papel foi o de promotor e o do Hamilton, de advogado de defesa de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. Depois daquele episódio, eu e Hamilton nos tornamos colegas e posteriormente amigos….

sobre

Lucio
Bezerra

Manauara, criado na José Clemente, Rua integrante do mais famoso quadrilátero do planeta Terra. Torcedor do Fluminense, filho de Luiz e Joanna, canhoto, apreciador de vinho, cantor de banheiro, ex-atleta, ex-cabeludo, arremedo de poeta e escritor, sonhador e eterno aprendiz.

18741visitas.

Últimas Reminiscências