Crônicas da Bariceia 3 anos atrás

Crônicas da Bariceia (15)

Na Bariceia que solta quem devia estar preso, que cassa registro profissional de médico mutilador, que não oferece concursos, que quando chove alaga, que falta água e luz, talvez fosse recomendável consultar o administrador Miro Sampaio, eleito o melhor preparador de misses do Brasil no ano de 2016.

compartilhar

Onde deseja compartilhar?

0 visitas.

Adail voltou ao noticiário e pode ter sua liberdade revogada. Para o Ministério da Justiça ele não deveria ter sido beneficiado com o indulto de Natal, uma vez que este  só deve ser concedido quando o condenado tem bom comportamento. Não foi o caso de Adail. Um relatório de investigação registrou péssimo comportamento do ex-prefeito. Após uma revista em sua cela, com ele foram encontrados três telefones móveis. O relatório foi desprezado e Adail libertado. A Procuradoria Geral do Amazonas-PGA diz que “a brecha está aberta”. Adail responde a 44 outras ações processuais, duas delas por estupro. Que fevereiro chegue logo, janeiro destacou pessimamente o Amazonas no noticiário nacional, desde o primeiro dia do ano.

Outro que responde a processos na justiça – mais de 15 – é o médico Carlos Jorge Cury Mansilla, acusado de mutilar, pelo menos, 30 pacientes, em Manaus e em Rondônia. O Conselho Federal de Medicina (CFM) foi cirúrgico e cassou, por unanimidade, o registro médico de Cury. A “cirurgia” foi um sucesso.

Outro médico, o secretário de Estado de Saúde (Susam), Pedro Elias, hoje se reunirá  com o governador Melo para saber se continuará ou não à frente da Pasta. Há muito Pedro balança, muitos afirmam que ele não resistirá. Parece que o jeito Mestrinho de exonerar seus auxiliares está de volta. Primeiro frita, depois…

As chuvas continuam a causar transtornos, especialmente para os moradores da Zona Leste. Ontem (29) a Defesa Civil do Município atendeu cinco ocorrências (risco de desabamento de casas, deslizamento de barrancos e alagações).  De nada resultam campanhas institucionais orientando a população para as consequências do descarte de lixo e de entulho nas ruas onde há casas construídas à margem dos igarapés. A obstrução dos canais é inevitável, as consequências advindas também. Lamentavelmente as previsões são de que chuvas continuarão até o mês de abril e, com elas, dramas sociais.

Em Brasília a presidente do Supremo Tribunal Federal – STF, Carmen Lúcia, homologou as 77 delações de executivos e ex-executivos da construtora Odebrecht. O próximo passo será o encaminhamento do material para a Procuradoria-Geral da República (PGR), que analisará  e decidirá  os pontos que merecem ser investigados. Os delatores reiteraram aos juízes, de livre e espontânea vontade, sem coação por parte dos investigadores, todas as informações anteriormente prestadas nos depoimentos. Atenção! É bom deixar claro que, se alguma preocupação há entre os políticos locais, esta é com a delação da construtora Andrade Gutierrez.

Em tempos bicudos a expectativa para 2017 é para a realização de concursos públicos estaduais e municipais, já que os concursos no Poder Executivo Federal estão suspensos. A previsão é de que 19,1 mil vagas em órgãos estaduais e nas prefeituras das capitais. Para o governo do estado do Amazonas não há previsão de concursos para 2017. Para a Prefeitura de Manaus, um levantamento está sendo feito para determinar se há necessidade de concursos. A propósito, a Prefeitura publicou no Diário Oficial do Município (DOM), convocação de 18 aprovados no concurso da Manaus Previdência (Manausprev), realizado em 2015. É pouco, mas pelo menos são 18 ex-desempregados na taba.

Na Bariceia que solta quem devia estar preso, que cassa registro profissional de médico mutilador, que não oferece concursos, que quando chove alaga, que falta água e luz, talvez fosse recomendável consultar o administrador Miro Sampaio, eleito o melhor preparador de misses do Brasil no ano de 2016. A cidade está feia, precisa corrigir defeitos e se embelezar, só depois disso pode pensar em passarela e merecer aplausos.

Comente

banner

Veja mais

banner
sobre

Lucio
Bezerra

Manauara, criado na José Clemente, Rua integrante do mais famoso quadrilátero do planeta Terra. Torcedor do Fluminense, filho de Luiz e Joanna, canhoto, apreciador de vinho, cantor de banheiro, ex-atleta, ex-cabeludo, arremedo de poeta e escritor, sonhador e eterno aprendiz.

22588visitas.

Últimas Reminiscências