Sô Cutruco 1 mês atrás

O ORÁCULO DO SÔ CUTRUCO

Pergunta 2 – Por que o candidato Jair Bolsonaro está sendo chamado de fascista?…

compartilhar

Onde deseja compartilhar?

0 visitas.

O ORÁCULO DO SÔ CUTRUCO

 

Pergunta 1- Bom dia, Sô Cutruco! Como o senhor viu a campanha eleitoral no primeiro turno e seus resultados? (Maria Tereza de Melo e Silva, Manaquiri/Am)

Sô Cutruco – As eleições deste ano, senhora Maria Tereza, inegavelmente trouxeram muitas novidades, dentre essas, eu destaco o avassalador desejo de mudança do povo brasileiro; a definitiva desmoralização dos mais renomados institutos de pesquisas; fragorosas derrotas sofridas por grandes partidos políticos e velhos caciques; o maior tempo de TV de nada valer – refiro-me ao horário eleitoral obrigatório -; campanhas de rádio e TV serem engolidas pelas redes sociais; o candidato sem tempo de TV e rádio ser o mais votado e o mais cotado para ocupar o Palácio do Planalto; a proliferação de Fakes News e seus compartilhamentos indiscriminados e criminosos; amizades serem desfeitas; o acirramento de ânimos; o candidato mais cotado ser beneficiado por um esfaqueamento sofrido durante sua campanha nas ruas; esse mesmo candidato não participar de debates políticos e, ainda assim, sua popularidade não sofrer abalo; um fantoche ser manipulado por um presidiário; um partido político insistir na já sabida impossibilidade da candidatura de seu líder condenado e preso, até os 45 minutos do segundo tempo; os mesmos desmoralizados institutos insistirem na inclusão de seu nome nas pesquisas de intenção de voto; uma ex-presidente, candidata ao Senado, líder em todas as pesquisas, ser humilhada nas urnas; um tradicional partido se envergonhar da cor de sua bandeira e muda-la para verde e amarelo, enfim, a hipótese de ver, muito provavelmente, o início do ocaso deste mesmo partido e a ascensão de uma nova liderança política, a usar como um mantra, a probidade, honradez, família, fim do toma-lá-dá-cá, combate a insegurança pública e um slogan a colocar o Brasil acima de tudo e Deus acima de todos.

Pergunta 2 – Por que o candidato Jair Bolsonaro está sendo chamado de fascista? (Paulo Bernardo Rocha de Carvalho, do bairro da Cremação, Belém/Pa)

Sô Cutruco – Porque seus antipatizantes repetem o que alguém, em algum momento, assim o rotulou. Fascismo, senhor Paulo Bernardo, é um sistema político, econômico e social, cujo governo é totalitário e por isso antidemocrático, que concentra o poder nas mãos do líder do governo. Este líder decreta leis ao seu bel prazer, sem qualquer consulta a políticos ou representações sociais, ele, portanto, pode tudo. Ah! Também tem característica nacionalista e sua ideologia se assenta na máxima de que só o que é do seu país presta, o que vem de fora não presta. O sistema prioriza a produção de armas e equipamentos, a militarização da sociedade, objetiva o expansionismo territorial – invasão e anexação de países -, usa dispositivos para amordaçar, censurar e punir os críticos do governo – jornais, revistas, rádios e Tvs -,  propagandeia maciçamente somente o que lhe convém, usa da violência contra as minorias, é xenófobo e antiliberal. As experiências fascistas na Itália e Alemanha contaram com amplo apoio dos banqueiros e industriais. Por tudo isso, não há uma definição exata ou universalmente aceita para o que seja fascismo, por não ter doutrina ou arcabouço teórico. Hodiernamente o termo fascista é usado para rotular alguém que age ou tem pensamentos de extrema direita (contrário ao socialismo). Aqui no Brasil, portanto, os antipatizantes de Bolsonaro se valeram de seus repentes menos polidos, de suas reações desprovidas de têmpera, se sua patente militar, de suas posições contrárias à libertinagem, ao kit gay, a ideologia de gêneros, de seu inconformismo com a roubalheira instalada, de seu antipetismo, de seus deslizes verborrágicos relativamente ao que se convencionou chamar de politicamente correto, de até agora não ter apresentado um programa econômico – ou o que até agora apresentou gerou desconfianças de economistas de plantão-, de ter percorrido o país a protestar contra o governo, a trajar camisas com as cores verde e amarela. Diante do exposto, senhor Paulo Bernardo, se o senhor entender que o Brasil corre o risco de ter um sistema político, social e econômico com as características do Fascismo; se o senhor concordar que o comportamento do candidato Bolsonaro é suficiente para defini-lo como fascista, ele será fascista para o senhor, caso contrário, assim chama-lo, será apenas um rótulo dado por seus oponentes, desesperados com a iminência de suas derrotas.

Comente

sobre

Lucio
Bezerra

Manauara, criado na José Clemente, Rua integrante do mais famoso quadrilátero do planeta Terra. Torcedor do Fluminense, filho de Luiz e Joanna, canhoto, apreciador de vinho, cantor de banheiro, ex-atleta, ex-cabeludo, arremedo de poeta e escritor, sonhador e eterno aprendiz.

15372visitas.

Últimas Reminiscências